Dicas: Psoríase em placas ou vulgar

Posted on

A psoríase pode ser vulgar, invertida, gutata, eritodérmica, ungueal, artropática, postulosa e palmo-plantar, por exemplo.

Psoríase pustulosa generalizada, tipo von Zumbusch A psoríase é uma doença de pele que pode causar lesões com aparência avermelhada e descamativas. As lesões mais típicas da psoríase são uma espécie de placas de pele seca e avermelhada, que começam a descamar e causam comichão intensa e/ou dor. , Doença da Pele , Vulgar , invertida , Gutata , Eritrodérmica , Ungueal –Psoríase em placas ou vulgar: manifestação mais comum da doença. A Psoríase em placas (Psoríase vulgar) é a forma mais frequente de Psoríase, representando cerca de 80% dos casos. Geralmente têm bom prognóstico, em alguns casos com espinhas recorrentes, embora possam ser a forma inicial de uma psoríase que posteriormente ocorre em forma de pequenas placas de evolução crônica. Psoríase em placas ou vulgar O tipo mais frequente, caracterizada pelo surgimento de lesões elevadas, avermelhadas e descamativas na pele em forma de placas. Além disso, a Psoríase Inversa é uma forma da doença que afeta as dobras da pele. A Psoríase Inversa pode ocorrer sob seus braços, sob os peitos de uma mulher ou na região da virilha ou da coxa interna.

Psoríase Vulgar ou em placas

  • Placas avermelhadas na pele, bem delimitadas, com descamação prateada;
  • Coceira no local, presente em 70% dos casos;
  • Ausência de pêlos no local afetado.

Então, confira mais sobre a Psoríase Inversa – O que é, Causas e Tratamentos: O que é a Psoríase Inversa: A Psoríase Inversa também é chamada de psoríase intertriginosa.

As pessoas que têm Psoríase Inversa muitas vezes têm outra forma de doença, como a psoríase em placas, em outras partes do corpo. Causas da Psoríase Inversa: Quando nosso sistema imunológico destrói e ataca células saudáveis ​​da pele, a Psoríase Inversa pode se desenvolver. A Psoríase Inversa é causada por fricção da pele e umidade dentro das dobras da pele. Apesar do mito comum, a Psoríase Inversa não pode ser sexualmente transmitida. Os sintomas da Psoríase Inversa incluem: A pele afetada por esta condição pode rapidamente permitir o desenvolvimento de complicações devido às áreas finas e sensíveis. Alguns medicamentos prescritos para o tratamento da Psoríase Inversa também podem ter o efeito colateral de diluir a pele, aumentando o risco de infecção. Tratamento Para Psoríase Inversa: O tratamento pode ser difícil devido à sensibilidade da pele nessas áreas. Como a pele é mais fina em áreas que tipicamente têm Psoríase Inversa, aumenta o risco de efeitos colaterais de medicamentos aplicados topicamente. As lesões típicas da psoríase são placas de pele seca e avermelhada, com descamação prateada/esbranquiçada.

2. Placas ou psoríase vulgar

  • Infecções respiratórias;
  • Disfunção de órgãos pélvicos;
  • Fenômeno Koebner de lesões, injeções, queimaduras solares, arranhões;
  • Medicamentos antipalúdicos, lítio, Inderal, quinidina e indometacina;
  • Trauma emocional;
  • Estresse.

São 7 os principais tipos de psoríase (há outros ainda): psoríase em placas, psoríase gutata, psoríase invertida, psoríase eritrodérmica, psoríase ungueal, psoríase pustulosa e artrite psoriática.

– Psoríase ungueal: O acometimento das unhas pela psoríase, seja das mãos como dos pés, pode ocorrer isoladamente ou acompanhada pelas lesões de pele. Confira os tipos abaixo: a) Psoríase Vulgar: este tipo da doença causa lesões avermelhadas e de variados tamanhos, com escamas secas, aderentes e com coloração prateada ou acinzentada. g) Psoríase Pustulosa: pode causar lesões com pus, de forma localizada, nos pés e nas mãos, e também lesões espalhadas pelo corpo. CAUSAS Tem influência na Psoríase, fatores como o psicológico, a genética, o estresse, exposição ao frio, uso de alguns medicamentos e a ingestão alcoólica também pode piorar o quadro. Os cotovelos são geralmente afetados na psoríase em placas As lesões são assintomáticas ou pode haver coceira. A psoríase em placas ocorre em ciclos que duram semanas a meses, podendo ocorrer regressão da lesão de forma espontânea ou por tratamento. Os corticosteróides sistêmicos (via oral ou por injeção intramuscular) podem levar à piora ou ao desenvolvimento de psoríase pustulosa e nunca devem ser usados para tratar a psoríase. Retinóides sistêmicos: a acitretina pode ser eficaz para casos graves e resistentes de psoríase vulgar com envolvimento de mais de 20% da superfície corporal, nas formas pustulosa, eritrodérmica e palmo-plantar. Acometimento ungueal em pacientes adultos com psoríase vulgar: prevalência e características clínicas.

Psoríase em placas ou vulgar

  • Presença de escamas brancas espessas, aderidas ao couro cabeludo, ao redor dos folículos pilosos;
  • Leve vermelhidão no local afetado;
  • Pode haver uma diminuição da quantidade de cabelos na região afetada.

Imagem: Reprodução Em alguns casos, a psoríase em placas pode se estender pelo corpo inteiro, embora o comum seja o aparecimento de poucas lesões.

A psoríase pode ser dividida em classes: vulgar, pustulosa, artrite psiriásica e psoríase eritrodérmica. Obesidade – O excesso de peso pode aumentar o risco de desenvolver um tipo de psoríase, a invertida, mais comum em indivíduos negros e HIV positivos. Tipos de psoríase: Psoríase em placas ou vulgar: É a manifestação mais comum da doença. Didaticamente, podemos classificá-la em 5 tipos: vulgar (placas), gutata, eritrodérmica, pustulosa e artropática. Pustulosa localizada Placas eritêmato-escamosas associadas a pústulas; geralmente nas palmas e plantas. Invertida Placas com pouca descamação e eritema intenso; localizadas nas pregas flexurais (axilas, virilha). Tipo de Psoríase: gutata à fototerapia + tratamento de infecção estreptocócica se associada; eritrodérmica ou pustulosa à drogas sistêmicas; placas (casos leves/moderados) à tópicos; (casos extensos) à fototerapia ou drogas sistêmicas. Há tipos diferentes de apresentação da psoríase na pele: Psoríase vulgar: pequenas lesões até grandes placas, comuns em couro cabeludo, cotovelos, região lombar e joelhos. Existem diversos tipos de psoríase, classificados de acordo com o seu aspecto clínico: Psoríase em placas ou psoríase vulgar Este tipo representa a grande maioria dos casos de psoríase.

Leve (extensao -10%) e Moderada a Grave (extensao +10%);Vulgar, Linear, Gutata, Pustulosa, Eritrodermica, Ceratodermica, Artropática, Ungueal, Minima e Invertida

Psoríase inversa A designação desta forma de psoríase resulta de uma localização “inversa” das lesões cutâneas, ou seja, privilegiando as pregas (axilas, virilhas e região infra-mamária).

Existe uma forma generalizada de psoríase pustulosa (von Zumbusch), felizmente rara, dada a sua gravidade, que pode surgir subitamente ou evoluir a partir do agravamento de uma psoríase em placas. O tipo mais comum é chamado de Psoríase em placas ou vulgar. Os diferentes tipos apresentam características como vesículas purulentas (Psoríase pustular), severa descamação da pele (Psoríase eritrodérmica), pequenas lesões em botão (Psoríase goteada) e lesões planas inflamadas (Psoríase inversa). Psorísase Inversa A psoríase inversa é assim chamada por apresentar um padrão de distribuição das lesões inverso aos outros tipos. Geralmente, o couro cabeludo terá placas de psoríase caracterizadas por lesões elevadas, inflamadas com escamas. No início, a psoríase pode ser diagnosticada erroneamente porque muitos outros distúrbios podem produzir placas e descamação similares. Os tipos de Psoríase: PSORÍASE EM PLACAS: tipo mais comum, com lesões róseas ou avermelhadas recobertas por escamas de cor branca. A psoríase em placas causa lesões escamosas e eritematosas (vermelhas) de tamanhos variados, que aparecem geralmente em joelhos, cotovelos, couro cabeludo e nas costas. A forma mais frequente de apresentação é a psoríase em placas, caracterizada pelo surgimento de lesões avermelhadas e descamativas (foto) na pele, bem limitadas e de evolução crônica.

A psoríase em placas, em geral, se apresenta com poucas lesões mas, em alguns casos, estas podem ser numerosas e atingir grandes áreas do corpo.

A psoríase pode ser dividida em alguns tipos específicos como: – psoríase vulgar: lesões prateadas ou acinzentadas que podem se localizar tanto nos joelhos, cotovelos ou no couro cabeludo. – psoríase invertida: as lesões são mais úmidas e também podem estar localizadas nos joelhos, cotovelos ou no couro cabeludo. As manchas escamosas causadas pela psoríase, chamados de placas de psoríase, são áreas de inflamação e produção excessiva da pele. Luis Torezan – Lesões em placas como essas, que podem confluir, são próprias da psoríase. É mais raro aparecerem na região das dobras (axilas, virilha, dobra cubital), mas isso pode acontecer e caracteriza a psoríase invertida, ou seja, o inverso da forma clássica. Psoríase em placas (psoríase vulgar) A psoríase em placas é a forma mais frequente da doença e aparece como uma mancha vermelha elevada com um acúmulo branco prateado de escamas de células cutâneas mortas. A psoríase inversa (psoríase intertriginosa) ocorre com lesões cutâneas muito vermelhas nas dobras do corpo. Psoríase é uma doença inflamatória crônica da pele e das articulações, de base genética e imuno-mediada, que geralmente manifesta-se através de placas vermelhas cobertas de descamações. Ao contrário da psoríase vulgar, é de cerca de 3% de todas as doenças de pele, psoríase pustular não é amplamente distribuída. Tipos e sintomas: - Psoríase Vulgar – lesões Existem cinco tipos de psoríase, sendo a forma mais comum aquela em surgem placas elevadas e avermelhadas cobertas de uma área esbranquiçada e que correspondem a células da pele mortas. As células da pele produzidas, assim, acumulam-se  no local afetado e tornam-se grossas de forma branca prateada em escalas, que são chamadas de placas de psoríase. Existem vários tipos de psoríase, dos quais psoríase inversa é que comumente afeta as áreas das dobras de pele. Para a psoríase inversa, uma importante causa pode ser  sobrecrescimento de leveduras ou fungos. Junto com o tratamento e modificações na dieta, as pessoas com psoríase inversa devem ter muito cuidado ao escolher suas roupas.